INFORMAÇÕES DO CURSO


INTRODUÇÃO

A oferta do Mestrado Profissional em Astronomia na UEFS parte do conhecimento de que os conceitos de Astronomia que devem ser tratados em sala de aula não são de completo domínio por parte dos professores visto que os mesmos não foram devidamente trabalhados ao longo de suas formações acadêmicas. Desse modo, consiste em explorar tanto as características interdisciplinares que esta ciência possui, quanto a flexibilidade que a mesma apresenta em questões relativas as ações de ensino, pesquisa e extensão universitária, ora desenvolvidas e consolidadas na UEFS. Portanto, o objetivo é oportunizar à dinâmica que existe na Astronomia aos professores dos diferentes níveis de ensino, permitindo assim que os mesmos identifiquem a interdisciplinaridade existente e que busquem a melhor formação pós-graduada para o desenvolvimento das suas atividades nas linhas ofertadas ao longo da tríade ensino, pesquisa ou extensão universitária.
Finalmente, este Mestrado é fruto de ações que buscam consolidar o ensino, a pesquisa e a extensão universitária em Astronomia, desenvolvidas de maneira planejada e objetiva pelos professores desta área do conhecimento, quer seja no Observatório Astronômico Antares ou no Departamento de Física.

Em que consiste o mestrado profissional em astronomia no DFIS

O curso de Mestrado proposto deve tratar essencialmente do aprofundamento e integração da tríade ensino, pesquisa e extensão universitária, pautadas nos saberes disciplinar o que ensinar e como ensinar. O mesmo deve concentrar-se na ampliação da base conceitual dos professores (público alvo), introduzindo novas idéias e formulações, e apresentando temas correntes da Astronomia para a uma atualização científica.

 Serão  fornecidos aos futuros mestres os elementos necessários para que estes desenvolvam uma visão sólida e abrangente da Astronomia, inclusive de sua história observacional e instrumental, que lhes permitam trabalhar de maneira abrangente os diversos conhecimentos em sala de aula.

 Para que isto se concretize é necessário que o curso de Mestrado Profissional tenha disciplinas obrigatórias que superem amplamente os conteúdos de Astronomia ministrados atualmente nas licenciaturas (quando presentes na Matriz Curricular), aproximando-se do que é tratado nos cursos de bacharelado (sem excessos de "treinamento operacional"). Também são necessárias disciplinas que relacionem estes conteúdos específicos com o conhecimento produzido nas áreas de pesquisa e de divulgação científica. O desenvolvimento e uso de material instrucional – observações, demonstrações, experimentos de laboratório, textos, vídeos, simulações computacionais, etc. – será tratado principalmente em disciplinas optativas, que devem aproveitar a experiência dos docentes do DFIS na produção de material didático. Disciplinas optativas também devem ser utilizadas para, de acordo com os interesses do mestrando e do orientador, abordar de forma aprofundada tópicos que o permitirão enriquecer a temática de trabalho proposta para o Trabalho de Conclusão Final do Curso (TFC).

 As considerações acima devem ser compatibilizadas com o tempo de duração do curso de Mestrado, previsto para 24 meses, com 6 (seis) meses para o devido fechamento do trabalho acadêmico, caso necessário. A proposta de curso incorpora, a partir de 2017, 7 disciplinas obrigatórias, cada uma correspondendo a 3 (três) créditos, ou seja, 45h (3 horas de aula semanais durante 15 semanas). O curso se completará com mais 3 (quatro) disciplinas optativas de 30h (2h semanais).

Ċ
Pós Graduação Astronomia,
23 de mar. de 2017 10:02